“A gente não consegue enxergar o que há entre um desgosto e um perdão, entre uma mágoa e uma gargalhada, entre o que a gente era e o que a gente virou. Não tem sido fácil, mas sinto orgulho por ter aprendido a atravessar, em plena luz do dia, o que em mim é sombrio e intrincado. Não me economizo mais. Me gasto.”

Martha Medeiros

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog