Quase sempre o amor obsessivo é viciante e por isso precisa ser tratado como qualquer outro vicio – com a firme determinação de obter a cura.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog