Pular para o conteúdo principal

Semente de cabala


por Shmuel Lemle

* Nossa visão é voltada para fora, e não para dentro. 

É fácil ver o que há de errado nos outros. 
Mas isto não traz nada de bom. 
Para melhorar sua vida, olhe para dentro e reconheça o que há de errado em você.
* As sincronicidades da vida nos fazem ter certeza que existe uma força maior que tem o controle.
 Quando acontecer, não despreze dizendo ser "só" coincidência. 
Reconheça a força.
* É certo querer evitar dor e sofrimento. 
Mas depois que alguma coisa já aconteceu, é importante aceitar que a Luz está por trás e dizer:isto também é pelo bem.
* Haverá paz na terra quando houver paz entre as pessoas.
 E haverá paz entre as pessoas quando elas tiverem paz interior.
* Para que as coisas aconteçam precisamos fazer cada ação com total devoção e dedicação.
 Quando estiver indo, não vá pela metade. 
Vá inteiro.
* Em alguns momentos parece que está tudo tão difícil que dá vontade de desistir.
 Esta é a hora de erguer a cabeça e seguir em frente com mais força ainda.
* Para manter o que temos e para ter cada vez mais precisamos saber que nada é nosso.
 Tudo que temos é emprestado e precisamos saber usar para beneficiar os outros.
* Nossos desejos definem quem somos e o que se passa em nossa vida.
Examine seus desejos, e determine se é isto mesmo que você quer para sua vida.
* As portas do mundo espiritual estão sempre abertas para quem deseja se conectar.
 Por mais que você tenha feito ações negativas, nunca é tarde para voltar.
* Quando está na hora de passarmos para o próximo nível na nossa vida, passamos por momentos difíceis.
 O importante é lembrar que a Luz está presente, que ela nasce da escuridão.
* Na correria do dia a dia, você está dando atenção para as pessoas e atividades que realmente importam?
* Queremos tanto atingir nossos objetivos que esquecemos que o verdadeiro objetivo é a própria jornada.
* Quando você muda, sua vida muda. 
Se você não se transforma, não pode esperar que sua vida se transforme.
* Se você quer ser feliz, precisa ajudar alguma outra pessoa a ser feliz.
* O único motivo de termos dor e sofrimento na vida é que nos falta clareza na visão. 
Se pudéssemos ver tudo com clareza saberíamos com certeza que tudo que acontece é pelo nosso bem.
* O Zohar fala que a má inclinação começa como um convidado, depois pede pra ficar mais tempo e acaba se tornando o dono da casa.
 Nosso lado negativo nos manipula, nos controla e nos cega.
* Existe a falsa alegria e a alegria verdadeira. 
A diferença entre elas é que a falsa alegria é "flash" e "crash", primeiro há um grande clarão de luz, mas depois tudo fica escuro.
 Na verdadeira alegria você vai gradualmente ficando cada vez mais feliz.
* O Criador sempre nos dá forças para lidar com os desafios que enfrentamos.  
Pare sua reação e aceite que tudo que acontece é pelo bem.
* Não viemos a este mundo para ser perfeitos, mas devemos tentar chegar na perfeição.
 Um erro é nem se esforçar para chegar lá.
 O outro erro é não se perdoar ao errar ou ao perceber suas imperfeições.
* A mente está acima da matéria. Nossa consciência determina nossa realidade.
 Se você vê o bem numa situação, atrai o bem para sua vida.
Se vê apenas o mal, atrai negatividade. Escolha ver o bem.
* Passamos tempo demais nos lamentando pelo passado ou nos preocupando com o futuro.
 Em vez disso, perceba que o presente é um presente, uma dádiva, e faça seu melhor no aqui e agora.
* Ficar guardando rancor pesa na alma. Perdoar purifica. Faça a si mesmo o favor de perdoar.
* Muita gente reclama do comportamento dos seus filhos.
 Mas poucos reclamam pelo fato de os filhos serem fisicamente parecidos com os pais.
 Pode ser que o comportamento deles também seja parecido com o seu?
* Problemas recorrentes e semelhantes indicam que você precisa corrigir alguma coisa.
 Em vez de se colocar na posição de vítima procure entender qual a lição para você.
* A energia de tudo que aconteceu numa casa fica gravada nas suas paredes. 
Antes de decidir onde vai morar é bom saber o que se passou no local.
* Ter filhos nos oferece uma oportunidade de pensar em outra pessoa antes de pensarmos em nossas próprias necessidades e desejos. 
E este é o objetivo da vida – pensar em primeiro lugar nos outros.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Perfil da manipulação

Simpático(a) ...é a máscara mais freqüente utilizada pelos manipuladores. Ele(a) é sorridente, extrovertido(a), sabe aproveitar a vida. Demonstra atenção com os outros, mas faz questão de marcar a sua posição. Aos poucos, vai ocupando o lugar da outra pessoa. Seu perigo reside justamente em ser tão agradável. Mostrando-se gentil e amoroso(a), consegue fazer com que as pessoas sintam-se pouco à vontade para discordar das suas opiniões. Esse tipo consegue criar um clima de amizade e camaradagem com extrema facilidade.
Sedutor(a)...vaidoso(a) e atraente, ele(a) gosta de olhar nos olhos, de fazer perguntas embaraçosas e de manter certo mistério em torno de si. Não economiza elogios e galanteios e, assim, consegue o quer das pessoas, que o(a) consideram charmoso(a) e irresistível, embora não consigam nada com ele(a).
Altruísta...não mede esforços para agradar: dá presentes, faz favores... mas tudo na expectativa da reciprocidade. Ou seja: não aceita recusas, o que faz com que as pessoas sint…

Personalidade Esquizoide

O homem de lata do "Mundo de OZ", sofre de Transtorno de Personalidade Esquizoide, pois a crença de que é incapaz de amar pois não possui um coração, fez com que passasse a vida sozinho. Este transtorno é caracterizado pela falta de desejo de interagir com outros e por sua propensão a evitar situações sociais. A pessoa tem dificuldade em formar relações pessoais, expressar emoções, críticas ou elogios não o perturbam, como as conquistas profissionais e amorosas não significa quase nada, suas atividades não proporciona prazer, sua capacidade limitada de expressar sentimentos, tem pouco interesse em ter relações sexuais, prefere atividades solitárias, mantém uma vida introspectiva, não sentem falta em ter amigos, são insensíveis as normas sociais.

Consequências psicológicas do aborto

Como muitas mulheres acabam por utilizar a repressão como meio de lidar com o que sentem, a procura de ajuda psiquiátrica pode ocorrer muito depois do aborto ter sido realizado. Estes sentimentos reprimidos, no entanto, podem induzir doenças psicossomáticas ou psiquiátricas noutras áreas da sua vida. Uma sondagem realizada a 260 mulheres, muitas das quais procuravam informação sobre aconselhamento pós-aborto e que já se tinham submetido a pelo menos um aborto enquanto adolescentes, mostrou que de uma forma geral estas mencionaram ter: “flashbacks” relativos ao momento do aborto, crises de histeria, sentimento de culpa, medo do castigo de Deus, receio pelas suas própria crianças, agravamento de sentimentos negativos no aniversário da data do aborto ou quando exposta a propaganda a favor da liberdade de escolha (do aborto), interesse excessivo em mulheres grávidas e em bebês, visões ou sonhos com a criança abortada, consciência de terem falado com a criança abortada antes do aborto. Mulhe…