Transtorno do Pânico






O transtorno do pânico é definido como um dos transtornos de ansiedade ou medo, as crises são entendidas como intensas e repentinas, provocando mal-estar físico e mental.
Para que se possa diagnosticar a síndrome, é necessária que haja ocorrência de várias crises em um período de semanas ou meses.
A maioria dos pacientes são adultos entre 20 e 40 anos, tendem a ser muito preocupados, carrregam grandes expectativas com relação as pessoas e acontecimentos, gostam de manter o controle da situação e possuem pensamentos rígidos, estas características causam estresse acentuado.
As pessoas que tem a crise acaba evitando a situação que elas ocorreram, essas crises podem ser acompanhadas por agorafobia, que é medo de estar em lugares e situações as quais sejam difícil sair.

Sintomas do pânico
Aceleração da frequência cardíaca.
Sudorese.
Tremores.
Dificuldade para respirar.
Sensação de desmaio iminente.
Dor ou desconforto no peito.
Náusea.
Despersonalização.
Tonturas.
Medo de enlouquecer ou de perder o controle de si mesmo.
Sensação de formigamento.
Ondas de calor ou calafrios pelo corpo.
Entre as possíveis reações, pelo menos quatros delas devem estar presentes.
O tratamento para o transtorno do Pânico envolve psicoterapia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Relação mãe e filha

Consequências psicológicas do aborto

Perfil da manipulação